Raio x da infraestrutura de transporte

No Brasil, o modal rodoviário é o mais utilizado. A estimativa é que cerca de 60% do que é produzido no país passe pelas rodovias. Apesar disso, a qualidade dessa infraestrutura deixa a desejar. Para se ter uma ideia, 79,3% da malha brasileira (que é de 1,7 milhão de km) sequer é pavimentada e, entre as rodovias federais com pavimento, quase 90% tem pista simples.

Conforme o Plano de Transporte e Logística 2014, divulgado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), para solucionar os gargalos, deveriam ser investidos R$ 293,8 bilhões somente em rodovias. Os recursos garantiriam, por exemplo, duplicação, pavimentação ou recuperação do pavimento e construção de novas rodovias. Além disso, poderiam ser aplicados, também, em adequações nas pistas já existentes e melhoria da sinalização em 77,1 mil km de vias. O valor não contabiliza os projetos relacionados à mobilidade urbana no modal rodoviário.

A duplicação de vias demanda a maior porção dos recursos: R$ 137,1 bilhões para 14,6 mil km. A segunda maior parcela da verba é necessária para a pavimentação de 12,3 mil km, num total de R$ 50,9 bilhões. Outros R$ 47,2 bilhões precisam ser aplicados para construção de 8,7 mil km de novas vias.

Read More

Share

Tecnologia sobre rodas

Caminhão parado é prejuízo. Sabendo disso, as fabricantes oferecem aos clientes diversas soluções e serviços integrados.

A Scania dispõe, por exemplo, de diferentes programas de manutenção. O Scania Premium contempla todas as manutenções preventivas e corretivas, se necessárias.

O Scania Trem de Força cobre todas as revisões imprescindíveis aos veículos comerciais e também as manutenções corretivas das partes internas do motor, caixa de mudanças e diferencial, com cobrança por quilômetro rodado.

Read More

Share

Precisa-se de uma peça

A dificuldade mais comum enfrentada na obtenção de peças para reparo é a demora no envio ou a entrega no prazo. Aguardar ou buscar uma alternativa?

 

Uma das principais preocupações das empresas de construção e engenharia, em qualquer obra, é manter os equipamentos funcionando com eficiência e continuidade. Afinal, máquina parada é sinônimo de prejuízo e atrasos. Caso algo aconteça, a expectativa é de que o reparo seja feito rapidamente.

A dificuldade mais comum enfrentada na obtenção de peças para reparo é a demora no envio ou a entrega no prazo. É o que aponta a sondagem “O Mercado Brasileiro de Equipamentos para Construção”, elaborado pela Sobratema (Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração).

Read More

Share

International Caminhões expande rede de serviços

Como forma de rapidamente ampliar a sua cobertura de serviços, a International Caminhões vem investindo na nomeação e capacitação de serviços autorizados em sua rede de assistência. “Começamos a nomear serviços autorizados em 2012 para ampliar nossa cobertura em áreas de grande tráfego de caminhões”, explica Bruno Pimentel, gerente de pós-venda e operações de rede da International Caminhões. 

“Nossos serviços autorizados são, invariavelmente, empresas de grande tradição no ramo de manutenção de caminhões e referências em suas regiões de atuação. Todos têm a mesma capacidade de assistência de um concessionário – infraestrutura, serviços, garantia, estoque de peças de reposição, etc”, completa Pimentel.

Read More

Share

Tracbel investe R$20 milhões em novo Centro de Distribuição e Manutenção

A Tracbel, em parceria com a prefeitura de Bebedouro (SP), investirá cerca de R$20 milhões em um moderno Centro de Distribuição e Manutenção de equipamentos na cidade localizada na região norte do estado de São Paulo. A nova unidade vai gerar mais de 200 empregos, entre diretos e indiretos, e funcionará em uma área de 25 mil metros quadrados.

A previsão é que as obras tenham início no segundo semestre deste ano. Já, o início da operação do novo Centro de Distribuição e Manutenção está previsto para o segundo semestre de 2015. “Com este investimento iremos continuar prestando o melhor atendimento em pós-venda aos clientes de toda a região norte do estado de São Paulo, que são muito importantes para o nosso negócio”, afirma Luiz Gustavo R. de Magalhães Pereira, CEO do Grupo Tracbel.

Read More

Share

De cortes para drenagem de rodovias a obras para instalação de tubulações

A Vermeer Brasil destaca sua linha de valetadeiras, com 15 modelos, que executam abertura de valas nas medidas exatas de largura e profundidade dos projetos, inclusive considerando a declividade. Além da precisão, a tecnologia viabiliza que o fundo da vala seja limpo e permite que o material retirado no processo de abertura seja empregado no reaterramento, o que reduz os custos com transporte e aquisição de insumos.

Entre os modelos, a companhia salienta a RTX550MT, a RTX450 e a RTX250. A RTX550MT é dedicada à abertura de microvalas, de 3 a 5 centímetros de largura, e destaca-se pela operação com sistema de sucção de resíduos a vácuo, ideal para abrir as valas limpas para a posterior instalação de tubulações. Equipada com motor Cummins de 65 HP, o equipamento atende perfeitamente obras dentro dos centros urbanos, viabilizando a abertura de valas para instalação de redes de telecomunicações em sarjetas ou em outros pequenos espaços, onde já existam outras redes de infraestrutura como as de água e esgoto. Os cortes transversais que faz também atendem os requisitos para drenagem de rodovias, podendo ser executados transversal ou longitudinalmente ao eixo da estrada.

Read More

Share

Sany amplia vendas de ReachStacker no Brasil

O impacto positivo dos projetos portuários para os próximos meses fortalece os negócios da Sany no Brasil. A empresa está realizando importantes vendas desde o início do ano, período em que as compras costumam ser tímidas, com reachstackers em plena operação por todo o país. O equipamento também é conhecido como empilhadeira de contêiner, e o modelo SRSC45C2, de 45 toneladas para 5 metros de altura, é atualmente o principal foco da empresa para esse setor.

“A Sany tem sido consultada para vários projetos com necessidades de mobilização a curto prazo”, diz o diretor comercial da Sany, Elton Lima. Atualmente, são mais de 21 unidades do modelo operando no Brasil, desde a região do Rio Grande (RS) a Barcarena (PA). A principal demanda concentra-se nos terminais secundários e operadores logísticos para empilhamento de contêiner até a quinta altura.

Read More

Share

New Holland Construction fortalece atuação no agronegócio

A New Holland Construction, empresa de máquinas e equipamentos de construção da CNH Industrial, pelo sétimo ano esteve presente na Agrishow, a maior feira do segmento agrícola do Brasil, em Ribeirão Preto (SP). A marca, que nos últimos anos vem direcionando algumas das suas estratégias para o agronegócio, aproveitou o encontro para apresentar a pá carregadeira 12D e mostrar a evolução das suas principais linhas de produtos dedicados ao setor, como o trator nacional D140B.

Segundo Nicola D’Arpino, diretor comercial e de marketing para a América Latina, o desafio do setor de máquinas de construção é colaborar de forma cada vez mais efetiva com o agronegócio. “A solução é investir em alta tecnologia. De nossa parte, buscamos evoluir para oferecer produtos e serviços que gerem maior competitividade e performance aos produtores e empresários do segmento. A nova pá carregadeira 12D é um exemplo. Todas as modificações realizadas visam tornar a máquina ainda mais produtiva. É uma grande aposta, pois entregamos para o mercado uma versão bem melhor de um produto que já era bem-sucedido. Força, agilidade e resultados em economia de combustível em qualquer aplicação de carregamento ou movimentação de materiais”, explica.

Read More

Share

Pequenas notáveis no agronegócio

A mecanização na atividade agropecuária evolui para além da lavoura. Hoje, entra em cena uma população de equipamentos antes utilizados exclusivamente no setor da construção, mas que agora agregam rapidez e baixo custo operacional no dia a dia das propriedades rurais.

Tratam-se das máquinas compactas apresentados pela Maxter na Agrishow 2014, realizada de 28 de abril a 02 de maio, em Ribeirão Preto (SP). Os equipamentos podem atuar em atividades como movimentação de materiais, construção de silos, tratamento do rebanho, manuteção de curva de nível, vírgulas para escoamento de água, manutenção e limpeza em geral, construção e manutenção das vias de acesso à lavoura, apoio à frota agrícola e pequenos produtores, armazenamento, escoamento da produção, entre outras.

Read More

Share

Retroescavadeira Hyundai H940C é destaque em obra na Paraíba

Montada via SKD na fábrica da Hyundai Heavy Industries Brasil, equipamento demonstra eficiência e alta produtividade na construção da fábrica de cimento do Grupo Elizabeth

A BMC-Hyundai comercializa a retroescavadeira modelo H940C, montada na fábrica da Hyundai Heavy Industries em Itatiaia, que já atua em Alhandra, Paraíba, na obra de construção da primeira fábrica de cimento do Grupo Elizabeth, produtor de porcelanato no Nordeste.

Read More

Share