Mande embora o pessimismo

Veja como é possível fortalecer o seu negócio quando o mercado para de crescer

Por Décio Casarejos Pecin Jr.*

 

“O mercado está ruim!” “O Brasil parou de crescer!” “Todos estão sendo demitidos!” Nos últimos meses, estamos sendo bombardeados por todos os lados por um pessimismo quase contagiante. É um grande desafio para qualquer líder conseguir guiar e motivar o seu time a manter o foco nos resultados em meio aos desafios vindos dos altos e baixos do mercado.

Falando especificamente sobre o cenário atual do Brasil, a incerteza é um dos pontos que afetam os resultados de uma empresa, mas focar em outros pilares do negócio pode ser uma alternativa para lidar com essa adversidade.

O conhecimento sobre o seu público, sua equipe e até mesmo seus processos é vital para a manutenção ou crescimento dos negócios, com ou sem crise. As capacidades de inovação e resiliência também se fazem mais importantes do que nunca. Afinal, crescer não é apenas uma questão de escolha.

Por isso, compartilho a seguir o que acredito ser um bom guia sobre como se sentir menos impotente diante do mercado, fortalecendo os outros pilares que sustentam uma empresa:

1. Conheça o seu público

Mesmo se você já estiver há anos em um mercado (e principalmente nesses casos), é importante reavaliar o comportamento e os hábitos do seu público consumidor. Ele também muda junto com o cenário. Pesquisas de mercado, por mais simples que sejam, são bastante eficazes, pois o momento torna-se ainda mais propício para ouvirmos nosso cliente.

2. Conhece-te a ti mesmo

Você está preparado para lidar com as mudanças que vem observando? Conhecer sua estrutura, limitações e potencial de resiliência é a base não só para um bom planejamento, como também para lidar com as surpresas de um cenário instável.

3. Não se esqueça do planejamento

Para lidar com a insegurança do momento, muitos empresários reforçam o monitoramento sobre os comportamentos do poder público, fornecedores e clientes, mas se esquecem de efetivamente aplicar esse conhecimento no negócio. Lembre-se sempre de retomar o seu plano inicial, atualizá-lo com as mudanças do cenário e adequar a rota, se for necessário.

4. Seja ousado

É fato que existe uma maior apreensão quando o mercado está instável, mas não deixe que isso prejudique a sua visão sobre as oportunidades e, muito menos, limite os seus investimentos em boas ideias. As melhores inovações nascem justamente da necessidade e da urgência e, geralmente, surgem de ideias muito simples. Aposte na ousadia.

5. Pense no longo prazo e positivamente!

Se existe uma necessidade de adequação ou mudança, que ela seja feita para melhor. Reflita o agora já pensando no futuro do seu negócio e priorize ajustes verdadeiramente construtivos em detrimento dos emergenciais. Afinal, a crise, como estão chamando, vai passar. E você ainda pode sair dela bem melhor do que entrou.

 

*Décio Casarejos Pecin Jr. é presidente da rede de Ensino de Idiomas CNA. Contador e administrador de empresas com especialização em economia e MBA em gestão empresarial, Décio tem formação acadêmica em instituições como PUC-SP, FEA-USP e FGV. É professor de economia e gestão financeira de empresas, palestrante e autor de artigos sobre economia e negócios

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *