9º Concrete Show: Alto volume de vendas é destaque em evento da construção civil

Concrete Show reuniu mais de 30 mil pessoas em três dias de evento em São Paulo e movimentou o mercado com lançamentos de produtos e equipamentos para a cadeia produtiva do concreto, conteúdo de qualidade e geração de negócios

A instabilidade do cenário econômico não atrapalhou as vendas dos expositores da nona edição do Concrete Show South America, que aconteceu em São Paulo, de 26 a 28 de agosto. O evento reuniu mais de 30 mil profissionais da construção civil e da cadeia produtiva do concreto que puderam constatar a retomada da atividade no setor da construção.

Tradicional expositor da feira, a  Putzmeister – empresa de equipamentos para bombeamento, transporte e projeção de concreto – aproveitou os dias de evento para fechar negócios. “Acabamos de vender uma bomba lança de 36 metros de altura, capaz de fazer a distribuição de concreto e o bombeamento em altura ou lugares confinados. O valor da transação foi de R$ 840 mil. O negócio superou nossas expectativas, pois viemos com o objetivo de fazer networking com os nossos clientes em potencial”, contou o diretor comercial da empresa, Rodrigo Satiro. O executivo disse que, com o mercado menos aquecido, o foco da Putzmeister está direcionado ao setor de serviços."O segmento da locação de equipamentos vem gerando receita considerável”, disse.

Quem também destacou a qualificação da visitação da feira e o potencial de fechamento de negócios como pontos altos do Concrete Show foram os executivos da Schnell, empresa de ferragens e pré-moldados. “Participamos todos os anos deste evento e nesta edição cerca de 200 profissionais estiveram no nosso estande com real interesse em fechar negócios. Um destes contatos nos rendeu a venda de um PS4 para coluna soldada, no valor de R$ 400 mil”, contou o técnico da empresa, Eduardo Teixeira.

A Soldac, empresa de sistemas de captura e filtragem de partículas, que expôs pelo segundo ano consecutivo na feira, também fechou negócios. “Apresentamos um produto nacional e atendemos quase 250 pessoas interessadas. O volume de vendas foi muito bom”, afirmou o diretor industrial da empresa, Douglas Cortez, que acrescentou ter comercializado três equipamentos, no valor total de R$ 75 mil.

Expectativas superadas

O sucesso do evento já era algo esperado para o presidente da Associação Brasileira de Cimento Portland, Renato Giusti. “A situação está difícil para o Brasil como um todo, mas os principais players participaram do evento e a visitação foi qualificada, por isso, por mais um ano, ficamos satisfeitos com a nossa parceria com a UBM”, apontou.

O diretor do evento, Cassiano Facchinetti, também declarou que teve as expectativas superadas com a qualificação do público visitante e com o volume de negócios gerado na feira. “Um dos nossos expositores revelou que vendeu 14 máquinas nesta edição do Concrete Show, o que consideramos muito positivo para a atingir nosso objetivo com este evento, que é sermos parceiros estratégicos no desenvolvimento da indústria e do mercado. Os congressos realizados também geraram grande interesse, uma vez que propagaram conhecimento técnico a uma público ávido por atualizações. A parceria com as associações mostrou-se muito proveitosa, pois são eles quem detêm o conhecimento”, disse.

 

Fonte: Asssessoria de imprensa

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *