Auxter fornece escavadeira JS 200 LC com baixo custo operacional

Antes de adquirir escavadeiras, é necessário pesquisar bom preço, produtividade, baixo custo de manutenção, disponibilidade operacional e confiabilidade em pós-venda. Segundo a Auxter, a escavadeira JS 200LC da marca JCB, fornecida pela empresa, atende a todos esses requisitos. O diretor comercial da Auxter, Roberto Mazzutti, informa que a máquina é equipada com o eficiente motor JCB Dieselmax de 4 cilindros, de reconhecida qualidade e performance, potência de 173 hp e torque de 695 Nm, uma das maiores da categoria.

“Esse motor tem como característica o alto torque em baixa rotação, proporcionando alta produção com menor consumo de combustível. A máquina conta com uma estrutura super reforçada de braço e lança, garantindo resistência mecânica e maior vida útil ao conjunto”, conta ele.

A durabilidade dos componentes e a robustez estrutural, gerenciadas pela eletrônica embarcada de fácil operação, chamam a atenção. Para o diretor da Transter Terraplenagem, José Abrahão Neto, essas características beneficiam a produtividade no canteiro de obras, segurança para o operador, redução dos níveis de emissão de poluentes e economia de combustível.

A Transter trabalhou numa faixa de gasoduto construído pela Azevedo & Travassos na cidade de Paraibuna (SP), onde utilizou uma escavadeira JS 200 LC para fazer escavações e assentamento de tubos.“Outro grande diferencial é o atendimento do departamento de pós-venda. A Auxter é muito próxima do cliente, temos um relacionamento muito bom e produtivo. Sempre fui atendido com muito profissionalismo e agilidade”, diz ele.

Robustez inteligente

Ideal para trabalhar em obras de terraplenagem, mineração, construção civil, entre outras aplicações, a JS200LC possui válvulas amortecedoras dispostas nos cilindros de braço e lança, que reduzem os choques provenientes da operação. “Com isso, os pinos e embuchamentos ganham maior longevidade, proporcionando economia na manutenção”, explica o gerente de produto de escavadeiras e pás carregadeiras da JCB, Neivo Person.

A escavadeira tem como item padrão o LiveLink, um sistema de acesso remoto lançado recentemente pela JCB que disponibiliza uma ampla gama de informações e possibilita o monitoramento e gerenciamento das escavadeiras JCB.

“Além de monitorar algumas funções do equipamento, permite o controle das operações da máquina, gerando relatórios com dados selecionados pelo cliente, no qual é possível tomar ações para melhorar o desempenho da escavadeira, diminuindo os custos operacionais da máquina”, diz Neivo Person. “Também é possível realizar uma cerca geográfica, e caso a escavadeira saia do perímetro estabelecido, um alerta é enviado ao cliente, assim como, também é possível determinar um horário de trabalho, e caso a máquina ultrapasse os horários pré-estabelecidos, um alarme também é enviado ao cliente”, completa.

A Galvão Engenharia utilizou duas escavadeiras JS 200 para trabalhar na remoção de material na obra da Linha 5 – Lilás do Metrô de São Paulo. A empresa é consorciada junto com a Serveng para a construção de duas estações (Borba Gato e Alto da Boa Vista) e dois postos de ventilação (Paulo Eiró e Alexandre Dumas) da Linha 5 – Lilás do Metrô de São Paulo. Em cada uma das estações foram escavados 83 mil m³ de material, ao todo a terraplenagem gira em torno de 250 mil m³ de solo movimentado.

Para o diretor de logística e equipamentos da Galvão Engenharia, Silvimar Fernandes Reis, um total de 90% dos equipamentos da linha amarela da construtora têm tecnologia embarcada sofisticada. “Buscamos escavadeiras com essas características por conta do rendimento, baixo consumo e produtividade. Há uma ou outra obra que não precisa de máquina com essas configurações, mas vale lembrar que atualmente os projetos exigem aplicações mais específicas, onde os equipamentos com tecnologia embarcada e bom desempenho eletrônico são mais indicados”, diz.

Manutenção e pós-venda

A Montalvão Engenharia, empresa sediada em Ribeirão Preto, possui escavadeira JS200 adquirida na Auxter. Para Fábio de Montalvão, diretor geral da empresa, além dos atributos do equipamento, o atendimento da Auxter também tem feito a diferença. “Embora não tenha utilizado com frequência, posso afirmar que 100% de nossas solicitações foram atendidas”, diz ele.

São três os segmentos em que a Montalvão Engenharia está presente. A área de fabricação de aduelas de concreto é uma delas, atividade onde a empresa possui uma unidade fabril móvel. “Produzimos peças de concreto armado no canteiro de nossos clientes e com isso, eliminamos o gasto com transporte”, explica.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *