Para secretário estadual dos Transportes, a desaceleração das obras foi necessária

O secretário estadual de Logística e Transportes, Antonio Duarte Nogueira, afirmou que o governo do Estado de São Paulo tem como uma de suas prioridades deixar as rodovias paulistas nas melhores condições possíveis. Ao mesmo tempo, reconheceu que, por conta da queda na arrecadação, a situação dos pagamentos das obras executadas está em atraso. Nogueira fez questão de anunciar que o governo estadual prevê investimentos de R$ 10 bilhões para o DER, entretanto, não especificou o prazo de aplicação do montante.

As declarações foram feitas durante encontro realizado em março no Sindicato da Indústria da Construção Pesada de São Paulo (Sinicesp) que reuniu dirigentes de empresas do setor. Na reunião, Nogueira esteve acompanhado do secretário-adjunto de Logística e Transportes, Alberto José Macedo Filho, e do superintendente do DER, Armando Costa Ferreira.

Na avaliação do secretário, a alteração dos cronogramas de obras, que passaram a ter um ritmo de desaceleração, foi uma medida necessária para que, ao contrário do que vem ocorrendo em outros Estados, não seja imprescindível a paralisação efetiva das obras.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *