BMC-Hyundai fornece 102 equipamentos para as obras da usina de Belo Monte

Frota de máquinas contempla escavadeiras hidráulicas e pás-carregadeiras, e é utilizada na obra de barragens do Rio Xingu

 

A BMC-Hyundai integra o grupo de empresas fornecedoras de maquinário pesado para o Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM), responsável pelas obras da usina hidroelétrica de Belo Monte (PA) formado por dez construtoras contratadas pela Norte Energia.

O contrato de locação para a demanda de produção de terraplanagem inclui o lote de 78 escavadeiras hidráulicas da marca coreana Hyundai Heavy Industries da série 9S, fabricada no Brasil, em configurações de 22 a 52 toneladas, e quatro pás-carregadeiras Hyundai modelo HL 770.

Os fatores decisivos da negociação foram a garantia do prazo de entrega e disponibilidade operacional da máquina. “Apresentamos estudos de comprovação e formatamos um contrato com garantia de mais de 90% de disponibilidade, mesmo considerando que cada máquina operaria até 450 horas por mês”, conta Felipe Cavalieri, CEO da BMC-Hyundai.

A logística para a entrega de alguns equipamentos envolveu o transporte de máquinas por carretas especiais, partindo de Itatiaia, local onde está localizada a fábrica da BMC-Hyundai, até a capital paraense, Belém. “As locações foram elaboradas com base numa representação gráfica de frequências de equipamentos, prevendo a demanda sazonal de aproximadamente 700 máquinas entre 2013 e 2015”, explica Luiz Biazolli, diretor comercial da BMC-Hyundai.

As escavadeiras e pás-carregadeiras, juntamente com os demais equipamentos, fazem parte da movimentação de mais de 200 milhões de metros cúbicos de rocha e solo, executando o trabalho em três turnos. “Cada uma das frentes onde as máquinas da BMC-Hyundai operam possui administração e uma equipe dedicada de profissionais técnicos própria”, afirma Biazolli. “Foi necessária a implantação de uma estrutura de pós-venda, com duas lojas de peças de reposição equipadas com tecnologia de gerenciamento SAP, e localizadas nas principais frentes de trabalho da obra da usina.”

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *