Prevenção é a arma do negócio

As regras de segurança no trabalho impedem acidentes e mortes, poupam dinheiro e evitam a sobrecarga da Previdência Social

As empresas brasileiras ainda têm muito a fazer para melhorar a segurança no emprego. De acordo com a Organização Mundial do Trabalho, o Brasil é a quarta nação com mais mortes por acidentes no trabalho. Os índices mais recentes da Previdência Social, de 2013, apontam que quase 720 mil ocorrências do gênero foram registradas no País, com 2.814 mortes e 16.121 incapacidades permanentes. E o cenário não é trágico apenas do ponto de vista da saúde do funcionário, mas também das finanças públicas: em 2014, os gastos com benefícios e indenizações ultrapassaram os R$ 10 bilhões.

Read More

Share