Em ritmo lento

O modal rodoviário é o mais utilizado no Brasil. Apesar disso, a qualidade dessa infraestrutura deixa a desejar, assim como os investimentos prometidos pelo Programa de Investimentos em Logística

 

A Pesquisa CNT de Rodovias, realizada anualmente pela Confederação Nacional do Transporte, em sua versão 2013, apontou que, dos 96.714 quilômetros de rodovias analisados, 63,8% apresentam irregularidades no pavimento, geometria ou sinalização da via.

Nesse contexto, a presidente Dilma Rousseff anunciou uma nova rodada de concessões de rodovias para o segundo semestre deste ano. São 2.600 quilômetros de novas estradas que irão colaborar principalmente para o escoamento da safra agrícola do Centro-Oeste, região responsável pela metade da produção nacional de grãos em 2013, e de produtos de agropecuária vindos do Sul.

“A medida foi vista com bons olhos pelos empresários do setor, já que a principal característica dessas parcerias é a velocidade na finalização dos projetos, diferentemente das obras tocadas pelos governos, que costumam ser mais morosas até mesmo pelos processos de controle que são, e devem ser, inerentes à gestão de recursos públicos”, afirma Guilherme Ramos, engenheiro civil. “Certamente essas novas concessões contribuirão, no curto e no médio prazo, para alavancar e fortalecer ainda mais o setor.”

Read More

Share