Caterpillar e tubarões. O que têm em comum?

Entre julho e agosto, a organização não governamental Ocearch esteve em águas brasileiras para estudar os tubarões. Passou por Recife, em Pernambuco, e Fernando de Noronha, na foz do Rio São Francisco (entre os Estados de Alagoas e Sergipe) e no Cabo Calcanhar, no Rio Grande do Norte, lugares com alta incidência do animal e frequência atipicamente alta de ataques fatais.

Essa foi a 20ª expedição do grupo, financiada em grande parte pela Caterpillar e viabilizada por uma parceria de vários anos voltada à sustentabilidade. A empresa norte-americana investiu US$ 700 mil somente nessa jornada no País.

Read More

Share