MRV Engenharia adere ao Pacto Global das Nações Unidas

Acordo prevê alinhamento das estratégias e operações com os princípios universais de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção

A MRV Engenharia deu mais um passo no apoio a iniciativas internacionais de sustentabilidade corporativa.  Em abril, a construtora aderiu ao Pacto Global das Nações Unidas, acordo desenvolvido pelo ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, com o objetivo de mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais e internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.

Ao aderir ao pacto, a MRV Engenharia se junta a mais de 12 mil organizações signatárias articuladas por cerca de 150 redes ao redor do mundo compromissadas em fazer negócios de forma responsável e tomar ações estratégicas para avançar objetivos sociais mais amplos, com ênfase na colaboração e inovação.

Responsável pela assinatura do Pacto, o presidente da companhia Eduardo Fischer destaca que a adesão é mais um compromisso assumido pela companhia na divulgação e cumprimento de iniciativas socioambientalmente responsáveis em todas as atividades da construtora. “Essa é nossa contribuição para construção de um mercado mais justo e sustentável. A partir do Pacto Global teremos condições de avaliar, implementar e dar mais visibilidade às iniciativas positivas que adotamos dentro da companhia”, completou.

A partir do pacto a MRV Engenharia passa a se comprometer com valores fundamentais e internacionalmente aceitos definidos em 10 princípios derivados da Declaração Universal dos Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho sobre Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho,da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento  e a Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção. Conheça os princípios em http://www.pactoglobal.org.br/artigo/56/Os-10-principios.

Iniciativa em sustentabilidade

Outra importante iniciativa da MRV em sustentabilidade refere-se a compensação de gases do efeito estufa (GEE). A empresa vai realizar a compensação de 100% de suas emissões de GEE diretas e indiretas pelo consumo de energia referente ao ano de 2015, sob seu controle. Além disso, a construtora também garantiu novamente sua entrada no Programa GHG Protocol, programa aderido no ano passado e que tem como objetivo estimular a cultura corporativa para a elaboração, publicação e verificação externa de inventários de emissões de gases do efeito estufa (GEE).

No total, foram 22.938,94 tCO2e  compensados no Escopo 1 (emissões diretas da operação) e Escopo 2 (emissões indiretas pelo consumo de energia elétrica). A compensação das emissões será realizada no âmbito do Programa Amigo do Clima que confere transparência e rastreabilidade à ações de compensação utilizando créditos de carbono de padrões internacionais como o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) vinculado ao Protocolo de Quioto da ONU ou o VCS – Voluntary Carbon Standard, principal padrão de compensação do chamado Mercado Voluntário. Entre os projetos escolhidos, pode-se citar a substituição de combustíveis fósseis, a geração de energia renovável hidroelétrica e por meio da utilização de biomassa como bagaço de cana, resíduos florestais e biogás, a captura e queima do metano em aterro sanitário e em granjas de suínos e a redução das emissões do desmatamento e da degradação florestal (REDD) na Amazônia.

Segundo o presidente da MRV, as novas marcas atingidas pela companhia na esfera da sustentabilidade refletem um trabalho intenso da construtora para realizar ações em prol do meio ambiente e sociedade de forma responsável e transparente, alinhada às melhores práticas do mercado internacional. “Além disso nos preocupamos em concentrar os esforços para atingir de forma positiva as regiões que são diretamente relacionadas ao nosso negócio”, completou.

 

​Fonte: Assessoria de imprensa

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *