O que mais pressiona as empresas?

Segundo levantamento realizado pela KPMG no Brasil, as regulações tributárias, trabalhistas e previdenciárias são o que mais impactam, atualmente, o ambiente de negócios das companhias. O tema foi apontado por 20% das cem empresas de diversos segmentos de atuação que participaram da pesquisa, destacando-se o bancário e de serviços financeiros, produtos manufaturados, construção, infraestrutura, agronegócio e óleo e gás. Normas contábeis e societárias (15%), regulações ambientais (12%) e a Lei Anticorrupção (11%) são os outros itens citados. Na opinião dos respondentes, esses mesmos temas continuarão interferindo os negócios nos próximos 24 meses.

“De modo geral, as demandas regulatórias advindas das exigências das diversas esferas governamentais, dos órgãos reguladores e do compliance em relação às leis estão exigindo das empresas uma elevação no seu grau de maturidade e alinhamento com as boas práticas de governança, principalmente em relação aos pilares de transparência e responsabilidade corporativa”, aponta o sócio da KPMG responsável pela pesquisa, Sandro Silva.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *