Programa de Investimentos prevê melhoria da infraestrutura de transportes em todas as regiões do país

SUL

Rodovias

Para a região Sul, produtora de grãos e aves, está previsto para este ano o leilão das BR-476/153/282/480, que atravessam Santa Catarina e Paraná, gerando investimentos da ordem de R$ 4,5 bilhões na duplicação do trecho, abrangendo os municípios de Chapecó (SC), Seara (SC), Concórdia (SC), União da Vitória (PR) e Lapa (PR).

Além disso, estão previstos leilões de novos projetos em 2016, que gerarão investimentos de R$ 3,2 bilhões para aumento de capacidade nas BR-470/282, em Santa Catarina, passando por São Francisco do Sul, Navegantes e Blumenau, até o entroncamento com a BR-153, bem como outros R$ 2,1 bilhões na BR-280 (Jaraguá e Porto União). Além disso, na concessão da BR-101, também em 2016, há previsão de investimento de R$ 1,1 bilhão, ampliando a capacidade e aumentando a segurança da rodovia, que liga Palhoça com a divisa do Rio Grande do Sul.

Já no Rio Grande do Sul, está previsto para 2016 o leilão das BR 101/116/290/386, passando por Carazinho, Porto Alegre e Camaquã, bem como levando até a divisa com Santa Catarina pela Freeway, totalizado R$ 3,2 bilhões em investimentos.

Nas concessões já existentes, estão em fase de negociação com as concessionárias investimentos de R$ 2,5 bilhões na duplicação da BR-116/PR/SC; R$ 200 milhões em faixa adicional da BR-290/RS (a Freeway, já em obras); e R$ 900 milhões nas BR-101/376/116/SC/PR.

Aeroportos

Os aeroportos de Porto Alegre e Florianópolis serão concedidos, com previsão de investimentos de R$ 2,5 bilhões e R$ 1,1 bilhão, respectivamente.

O aeroporto internacional de Porto Alegre (Salgado Filho) é o nono mais movimentado do país e o primeiro da região Sul. A movimentação de passageiros em 2014 foi de 8,4 milhões. O aeroporto conta com terminal de cargas que movimentou, em 2014, 29.227 toneladas.

Já o aeroporto internacional de Florianópolis é o décimo quarto mais movimentado do país e o terceiro da região Sul. No ano passado, a movimentação de passageiros foi de 3,6 milhões de pessoas e o terminal de cargas movimentou 9.112 toneladas.

Portos

Estão previstos R$ 329,8 milhões de investimentos em 11 Terminais de Uso Privado (TUPs) na região Sul, dos quais um no Paraná (R$ 103 milhões), oito no Rio Grande do Sul (R$ 123,4 milhões) e dois em Santa Catarina (103,4 milhões).

No Rio Grande do Sul, os TUPs serão localizados nos portos de Nova Santa Rita, Porto Alegre (dois), Taquari, Canoas, Charqueadas (dois) e Estrela. No Paraná, foi solicitada a autorização para construção de um terminal privado no porto de Pontal do Paraná. Em Santa Catarina, haverá investimentos em dois TUPs no porto de Itajaí.

Ainda no segmento portuário, a região terá investimentos em novos arrendamentos de áreas públicas e prorrogações antecipadas de contrato. No Paraná, o setor privado poderá explorar áreas nos portos de Paranaguá e Antonina. Em Santa Catarina, está previsto o arrendamento de uma nova área no porto de São Francisco do Sul e uma prorrogação antecipada em Itajaí. Os investimentos totalizam R$ 848,1 milhões em antecipações e R$ 1,2 bilhão em novos arrendamentos.

 

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Assessoria de Comunicação Social)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *