PPPs em foco

O ambiente para o investimento privado em infraestrutura por meio de parcerias público-privadas (PPPs) melhorou na América Latina e no Caribe nos últimos anos, de acordo com o relatório Infrascope 2014, elaborado pela Economist Intelligence Unit.

A melhora é resultado da iniciativa de muitos países em atualizar as leis de PPPs e concessões e de criar novos órgãos governamentais ou unidades especializadas no âmbito das instituições governamentais responsáveis por estruturar as PPPs.

O Chile manteve a liderança em termos de prontidão e capacidade, permanecendo próximo ou no topo em todas as categorias. O país ficou em primeiro lugar na categoria clima de investimento, seguido do Uruguai. Brasil e México lideram a região em atividades de PPPs no nível subnacional (regional e local).

 

O Infrascope 2014 observa, porém, que os mecanismos financeiros que apoiam as PPPs apresentaram a menor taxa de progresso, dificultando a identificação de opções de financiamento. O relatório ressalta que mercados de capitais locais e mecanismos financeiros precisam ser desenvolvidos, e os governos devem reestruturar suas operações a fim de torná-las mais eficientes e, ao mesmo tempo, melhorar as finanças públicas e sua supervisão da gestão de PPPs.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *