Fator triplo

Para Fernando Belarmino, diretor de desenvolvimento de negócios do Grupo GR, o zelo pelo patrimônio não está restrito à proteção contra roubo, mas envolve o manuseio diário dele. O cuidado, segundo o executivo, começa com a própria manutenção, passa pela operação e chega à armazenagem.

Confira a entrevista que o executivo concedeu à Revista Apelmat/Selemat.

Revista Apelmat/Selemat Quais os principais cuidados que uma empresa deve tomar ao pensar em proteger seu patrimônio?

Fernando Belarmino Quando precisamos cuidar do coração, procuramos um cardiologista, quando precisamos cuidar da pele, procuramos um dermatologista. Acredito que a especialização é extremamente importante. Cuidar do patrimônio não se trata exclusivamente da segurança para evitar o roubo, mas também do manuseio diário dele. Não adianta contratar a melhor empresa de segurança para cuidar do maquinário, se o operador não estiver capacitado para o uso do mesmo.

RAS No caso de empresas do setor de locação de linha amarela, há algum cuidado específico ou diferenciado?

FB O cuidado começa com a própria manutenção, passa pela operação e chega na armazenagem. A nossa prestação de serviços, por exemplo, estará voltada para o controle de saída ou entrada desses equipamentos e em alguns casos para a vigilância de canteiro de obras, inclusive em áreas remotas e selvas. Mas esse controle só pode ser bem realizado se os procedimentos de uso e planos de contingência estiverem de acordo com as normas e boas práticas – em alguns casos, regulamentadas.

RAS Quais os principais riscos atuais com que se deve preocupar?

FB Os riscos são vários, desde desvios de peças no momento da manutenção, riscos operacionais, furto ou roubo da máquina, uso indevido, desvio de receita por meio de uso do equipamento fora do acordado contratualmente etc.

RAS O que é fundamental para garantir a segurança da empresa?

FB Uma pesquisa prévia e um projeto específico para o tipo de comércio e/ou empresa são primordiais. Um projeto de segurança eficaz é baseado na prevenção e o maior foco precisa estar no sistema de proteção, ou seja, no controle de acesso de pessoas.

RAS Para proteger o patrimônio, quanto é preciso investir?

FB Não só o investimento e o treinamento dos colaboradores irá trazer o nível de segurança esperado. É fundamental que todos os usuários respeitem, fiscalizem e façam cumprir as regras, não sendo uma questão de transferência de responsabilidade, mas sim da criação de uma cultura coletiva de segurança.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *