Tecnologia sobre rodas

Caminhão parado é prejuízo. Sabendo disso, as fabricantes oferecem aos clientes diversas soluções e serviços integrados.

A Scania dispõe, por exemplo, de diferentes programas de manutenção. O Scania Premium contempla todas as manutenções preventivas e corretivas, se necessárias.

O Scania Trem de Força cobre todas as revisões imprescindíveis aos veículos comerciais e também as manutenções corretivas das partes internas do motor, caixa de mudanças e diferencial, com cobrança por quilômetro rodado.

Read More

Share

Agenda lotada?

Planejamento é uma das chaves para otimizar o tempo e dar conta das tarefas do dia a dia. Para ajudar nessa tarefa, a agenda é imprescindível. Em papel ou eletrônica, ela ajuda a planejar e classificar o que precisa ser realizado, separando o “urgente” do “importante”.

Os aplicativos para organização, presentes nos computadores pessoais e na maioria dos celulares, podem ser de grande ajuda, mas devem ser usados com moderação. Saber gerenciá-los é fundamental para que não ocupem um lugar na lista de “ladrões do tempo”.

Read More

Share

Dê um “chega pra lá” nos ladrões do tempo

As 24 horas de um dia parecem insuficientes para dar conta de tantas tarefas? Se sua resposta foi positiva, não se sinta sozinho. Os dias modernos imprimem um ritmo frenético e praticamente enlouquecedor na rotina diária, e no fim, muitos têm a estranha sensação de que falta tempo.

Aproveitar bem as horas do dia, no entanto, não quer dizer, necessariamente, fazer centenas de coisas de forma simultânea.  Significa finalizar tudo o que precisa ser feito e com qualidade. Isto é, nossa relação com o tempo não deve ser quantitativa e, sim, qualitativa.

Read More

Share

O caminho da recuperação econômica

Para empresas que estão sofrendo com a saúde financeira, o primeiro passo para iniciar o tratamento de recuperação e seguir a rota da rentabilidade é analisar a demanda.

Essa é a dica de Marcio Gabrielli, professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EAESP). “O locador tem que ver quantos ativos tem disponíveis para aluguel e se isso é compatível com a procura. Se há ativo ocioso ou se não existe demanda, o caminho é se desfazer”, diz. “Se não tem ativo ocioso, ele precisa observar o que está sendo usado e se está perdendo dinheiro ou não.”

Read More

Share

Fuja das arapucas financeiras

Prazo e custo do financiamento são detalhes que podem se tornar armadilhas para a saúde financeira da empresa

 

Segundo Marcio Gabrielli, professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EAESP), para evitar prejuízos, é importante considerar o custo de um empréstimo no cálculo do valor de locação do equipamento. “O gestor deve considerar todos os custos da máquina para fazer o preço de locação, inclusive o do financiamento feito para adquiri-la”, diz.

O tempo de um financiamento pode esconder perigos. “Um prazo curto exige fôlego financeiro”, alerta Gabrielli. Sem essa folga para fazer o pagamento no período em questão, cresce o risco de inadimplência e suas consequências, assim como a tentação de cair em um novo empréstimo para cobrir a dívida.

Read More

Share

Precisa-se de uma peça

A dificuldade mais comum enfrentada na obtenção de peças para reparo é a demora no envio ou a entrega no prazo. Aguardar ou buscar uma alternativa?

 

Uma das principais preocupações das empresas de construção e engenharia, em qualquer obra, é manter os equipamentos funcionando com eficiência e continuidade. Afinal, máquina parada é sinônimo de prejuízo e atrasos. Caso algo aconteça, a expectativa é de que o reparo seja feito rapidamente.

A dificuldade mais comum enfrentada na obtenção de peças para reparo é a demora no envio ou a entrega no prazo. É o que aponta a sondagem “O Mercado Brasileiro de Equipamentos para Construção”, elaborado pela Sobratema (Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração).

Read More

Share

Procura-se um bom talento

Os desafios para atrair e reter profissionais

 

Para Rosa Bernhoeft, especialista em carreiras, atualmente o profissional está muito mais dono de sua vontade e, consequentemente, da sua carreira. “Embora o mercado, com muitas ofertas, o leve a ser mais exigente em relação às oportunidades, o profissional faz suas escolhas. Quero dizer com isso que ele tem mais domínio sobre o que procura e na gestão da sua carreira”, pontua Rosa, que é diretora da Alba & Bernhoeft Associados e sócia-diretora da Alba Couselling.

Read More

Share