Chevrolet apresenta linha 2015 do Cobalt

A linha 2015 do Chevrolet Cobalt vem com novos acessórios e equipamentos de série. Entre eles, destacam-se o botão no painel para a abertura da tampa do porta-malas e o sistema de travamento elétrico, da tampa do bocal do tanque de combustível.

Outra novidade é o ampliação do número de acessórios de conveniência e de conforto disponíveis para o modelo, como a forração de couro para os bancos, além da câmera de ré e do módulo de TV compatíveis com o sistema multimídia MyLink da Chevrolet.

Disponível também na rede de concessionárias da marca, o módulo para ativação da função Tilt Down dos retrovisores externos do Cobalt faz com que, ao engatar a marcha ré, os espelhos inclinem-se para baixo, melhorando a visualização nas manobras de estacionamento.

Com o maior porta-malas e entreeixos da categoria, o sedã tem espaço para bagagens, ombros e pernas de cinco adultos. Os materiais utilizados no interior do veículo criam um ambiente de refinamento e clara percepção de qualidade, com superfícies refinadas.

Destaque para o painel com velocímetro digital, o ar-condicionado e a direção hidráulica entre os itens de série em todas as versões (LS, LT e LTZ), assim como os freios ABS com EBD (Electronic Brake Force Distribution) e as travas elétricas das portas, que podem ser acionadas pelo controle remoto da chave tipo canivete.

Conectividade

O Cobalt também conta com tecnologias de conectividade. O sistema multimídia MyLink da Chevrolet, presente nas versões LTZ, tem tela de sete polegadas sensível ao toque, além de Bluetooth e entrada USB, que permitem ao usuário trazer suas músicas, fotos e vídeos. Por meio de um smartphone, pode-se ainda acessar conteúdos e aplicativos na internet, como o BringGo, próprio para navegação. O MyLink é item de série nas versões LTZ do sedã.

O Cobalt é comercializado com duas opções de motores Econo.Flex. O modelo de 1.4 litro rende até 102 cavalos e 13 mkgf de torque. Já o modelo de 1.8 litro entrega até 108 cavalos e 17,1 kgfm. Vale ressaltar que esse último propulsor disponibiliza 90% da sua força entre 2.500 e 4.700 rpm, ampliando sua elasticidade e garantindo excelente dirigibilidade ao carro tanto em trajetos urbanos como rodoviários.O motor de 1.8 litro pode vir, opcionalmente, com uma transmissão automática de seis velocidades, exclusiva no segmento.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *