Sustentabilidade fora de foco

Em que patamar se situa, hoje, a gestão ambiental das empresas atuantes no Brasil? Em busca de resposta, a Fundação Dom Cabral desenvolve, desde 2012, a pesquisa intitulada Estado da Gestão para a Sustentabilidade no Brasil. A iniciativa, que tem o apoio institucional do Secovi-SP, mostra, na edição de 2014, que, na prática, as organizações têm muito a aprimorar em termos de gestão sustentável.

Embora as empresas adotem o discurso pró-sustentabilidade e reconheçam sua importância (92%), ainda lhes faltam atitudes mais efetivas, como o estabelecimento de metas e políticas substancialmente alinhadas com esse princípio. Apenas 66% das entrevistadas têm um responsável para tratar do assunto internamente, por exemplo.

Embora haja uma consciência maior em relação ao valor da sustentabilidade, inclusive como elemento impulsionador da reputação e imagem, a falta de engajamento dos principais executivos (presidentes e CEOs) faz com que o tema não seja priorizado.

Ao todo, foram ouvidas 400 organizações de grande porte de diversos ramos de atuação, sendo 45 delas da área de construção, na maioria empreiteiras que atuam com obras de infraestrutura.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *