Continuidade próspera

A fundação de uma empresa exige empreendedorismo, vocação e experiência na atividade. Com o passar do tempo, a companhia se consolida e, nessa trajetória, chega a hora da sucessão. É justamente sobre isso que trata a reportagem de capa desta edição.

Os novos empresários passam a sentir o peso da responsabilidade e, se puderem escolher, é interessante ver qual é a melhor área da companhia para começar a trabalhar. Afinal, em todo ramo de atividade há o setor comercial, o administrativo, o financeiro, o técnico de produção e o jurídico.

O jovem executivo traz à empresa inovação e criatividade, e a capacitação acontece passo a passo. Investir em treinamentos teóricos e práticos, e dar a todos colaboradores o conhecimento dos objetivos da empresa faz parte do processo.

Outra reportagem de destaque aborda a manutenção preventiva, algo que exige investimento de toda a empresa para que a corretiva possa ter um custo menor.

É importante que os profissionais de manutenção estejam atentos à operação dos equipamentos, verificando sempre o uso correto da máquina e o tipo do trabalho aplicado. Dessa forma, a vida útil dela pode melhorar.

Para quem quer acompanhar as inovações de mercado, as feiras internacionais e nacionais são boas fontes de busca e de comparações sobre o que existe de melhor. Elas dão condições para que uma empresa projete e avalie uma futura aquisição. Recentemente foram realizadas a Conexpo, em Las Vegas (EUA), e a Brazil Road Expo, em São Paulo. Nesta edição, você pode conhecer os principais destaques dos dois eventos.

Por fim, diante do atual cenário econômico, que está oscilante, temos a esperança de, no mínimo, manter nossas empresas, sabendo que o trabalho sempre será fonte inesgotável de prosperidade.

Boa leitura.

José Antonio Spinassé, vice-presidente da Apelmat

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *